O acorde perfeito

Lira

 

O melhor fragmento de sonata

que já chegou aos meus ouvidos

Foi como um facho de luz que arrebata,

delírio dos seis sentidos.

 

Distinta composição de curvas melodiosas

emanadas por natureza peculiar

Cordas vibrantes e impetuosas

forjadas no vento solar.

 

Não há palavras que eu me refira

a representar seu significado

Os sons que eu ouvira (sentira!)

estão guardados, compartimentados

E sempre por mim reverenciados,

Lira.

 

Backpacker

 

Nas Fronteiras da Imaginação

VR

 

Na procura destes breves momentos,

Em cada toque, verso ou acorde…

Gravitamos um ao outro em pensamento.

 

Fita o universo que criei só pra nós, nossa frequência!

Repousa sem medo nessa sintonia,

Despida de qualquer interferência.

 

Um mundo com nossas leis e horizontes sem fim,

Onde se respira paz e se expira reciprocidade

Não se preocupe mais com o tempo

Você já reside em mim…

 

Backpacker

 

Hoje o mochileiro comemora 1 ano de existência, e pausa para refletir sobre sua jornada que começou através de um lampejo, um breve pulsar. Talvez tenha alcançado seu ápice em eletricidade, mas ainda não sabe onde esse caminho irá levar…

 

O Sábio

c2014_q2_2015_02_04dp

 

Sábio é aquele que se equilibra diante das ondas turbulentas

Como o exímio trapezista do Soleil

Reflete sempre o melhor de si

Mesmo quando as cortinas se fecham

 

Passa despercebido com sua lúcida e altiva massa cinzenta

Pois que não se curva ao homem velho — nem a seu atavismo coletivo de desvarios

Se sacia do elixir da vida

E morre de contentamento

 

É como um cometa que em sua trajetória se ornamenta

Em cada plano que orbita

Por tempo determinado

Envolto em partículas de aprimoramento

 

Ainda que se apresente em veste frágil e loucura aparente

Não lhe negue a passagem livre

Por estas terras de contágio iminente

Este vale de tormentos

 

Talvez nesta jornada, de curiosidade sedenta

O contraste revele o que discernir

E o sábio — que habita todos nós — nos oriente

Um propósito e os caminhos a seguir

 

Kalki

 

Alicerces da Evolução

temapoesia

Decerto que não és simples edificação,

que se vê comumente por estas terras.

É ponto de partida para outra dimensão:

d’onde uma gama de enigmas se encerra…

As paredes não são pintadas

pelo menos, não de forma simplória:

nelas figuram-se telas espelhadas

onde podes entrever sua trajetória!

Nesta casa não é lícito mentir

se faz profícua tal explanação

Seus alicerces poderiam ruir…

a verdade é seu pilar de sustentação.

Nela se acomodam duas fortalezas,

que se engendram em pura sintonia:

uma onde se acumulam memórias e riquezas,

n’outra onde pulsa, epicentro de harmonia!

Neste momento, caro(a) companheiro(a)

já haveis compreendido esta breve lição:

Os alicerces a que me refiro nada mais são…

que sua mente e seu coração.

Helvüs

O Peso da Palavra

WP10

 

Qual o peso de uma palavra?

me refiro àquela

d’um propósito revestida

da que vale, por princípio

ser proferida, ouvida.

 

Se com a voz articulada

não me faço compreender

gesticulo, propago

o inconsciente impulsionado.

 

Argumento da forma mais plausível

objetivos a serem atingidos

– renuncio ao inconcebível –

em vista do plano deferido.

 

Note que a balança

não aceita falácias ou sofisma

jogos do ego ou insegurança…

 

A haste de metal consistente

análoga a um prisma,

reflete a luz do esclarecimento

e se inclina aos justos e conscientes.

 

Muitos logram em burlar sua consistência

com ameaças, subornos e imposições

mundo de formas e aparências!

 

Mas no plano das ideias

dia haverá em que a verdade emergirá

como um incorruptível clarão

– a ofuscar e desintegrar –

diante de sua inexorável razão.

 

Kalki

 

Serenidade

Imagens-de-rios-1

 

Semeia a paz no pensamento

e a verdade em todas ações

não olvides o discernimento

ante as provas e expiações.

 

Se nasce em ti a escuridão

golpeie a raiz com o contraste

vença a frivolidade e a ilusão.

 

Eleva-te com a luz da razão

além das fronteiras da ignorância

que insistem no combate à intuição.

 

Com disciplina e boa vontade,

erga alicerces em vosso Ser

construa um lúcido alvorecer

de equilíbrio e serenidade.

 

Kalki

 

Lux Aeterna 

6

 

Fixado em seu semblante

moldado em genes e memórias

sublime trajetória

de um coração triunfante.

 

Observa sem vislumbre

 

Olhar controverso

reflete conquistas e temores

propósitos com fervores

a explorar o Universo.

 

Transforma cada perspectiva

 

Sua voz, cântico a enternecer

rimas em osmose reversa

une os versos

com sintonia a transcender.

 

Propaga seus desígnios

 

Eloquente e incandescente

argumentos refinados

eclodem entoados

em supernova iridescente.

 

Backpacker

 

 

 

A máquina do tempo

Brain_CDcover

“Na ficção científica, a ideia de viajar no tempo é muito sedutora, mas todos nós possuímos dentro de nós, de fábrica, a mais fantástica máquina do tempo, que se chama cérebro.” (Pedro Calabrez)

Esta máquina nos deixa em parafuso

nos projeta ao passado e suas construções

hora no futuro incerto que se aproxima

cenários difusos, ansiedade e emoções…

Parecem dois cúmplices de nossa trajetória

um experiencial e um projetivo

um realista, outro criativo

que armadilha mais contraditória!

São tantos obstáculos!

perguntas sem respostas conclusivas

teoremas e cálculos

Divagamos nos meandros da imaginação

consolidamos o aprendizado

reencontramo-nos através da ação

Eis que encaramos um desafio iminente

deslocar-se pelo tempo em equilíbrio

porque não nos focamos no presente?

Talvez por estarmos no tempo só de passagem

infinitas possibilidades nos convidam

a prosseguirmos com dedicação e coragem.

Helvüs

Inspirado na série de vídeos do Canal Neurovox

Soldier’s Poem

WP13

Follow through

Make your dreams come true

Don’t give up the fight

You will be alright

Cause there’s no one like you in the universe.

Matthew Bellamy

 

Você tenta não pensar

mas sente

— um propósito —

uma batalha que não tarda a chegar…

 

Não haverá sangue

apenas um overload de mentes

 as trincheiras não se reconhecerão

serão separadas por suas naturezas

— seus ideais —

gravitarão em dimensões diferentes.

 

Independente das dúvidas que pairam

a curiosidade nos move

— cada vez mais —

o conhecimento é poder que a moral alavanca

somos espíritos imortais.

 

Este dia chegará

como já chegou tantas outras vezes…

— acima do tempo e do espaço, dispersos —

não haverão mais lados, nem máscaras

apenas mecanismos que nos regem

através da imensidão do Universo.

 

Kalki

 

A night whatever

sleeping-89197_1280

Hello darkness, my old friend
I’ve come to talk with you again

Simon & Garfunkel

 

Cronicamente notívagos

liberdades que se contrastavam

ao mesmo tempo havia um tipo de simbiose

riam de suas peculiares vozes internas

iam do Hales ao Pub on the Park

circundando as pessoas superficiais

e filosofando sobre Sócrates, PlatãoSartre e até Kant.

 

Mesas cheias no Hales, ao mesmo tempo vazias

intrigavam-lhes os sussurros rasos

logo brindavam um pint atrás do outro — pint of science

lânguidos pelo tédio esperavam a madrugada

e assim vagueavam sem destino certo

rindo cada vez mais de suas conjecturas.

 

Watson e Sherlock sentiriam inveja destes parceiros

ouviriam seus enigmas e eriçariam sua curiosidade

outrora desafiados por múltiplas personalidades

lembranças sopesavam-lhe a trajetória

fixadas em suas próprias mentes.

 

Backpacker