Sir Arthur Conan Doyle

sir arthur

Em um raro registro em vídeo datado de 1927, o autor e cientista Arthur Conan Doyle fala um pouco de sua trajetória como escritor dos contos do famoso detetive Sherlock Holmes, com detalhes de como ele inseriu seu conhecimento com métodos científicos e raciocínio dedutivo em suas histórias, tornando-as didáticas, coerentes e inteligentes, resultando no reconhecimento de seus contos, que perduram até hoje.

Detalhes curiosos e engraçados, como a crença de que o personagem Sherlock era um ser humano real, rendendo cartas e mais cartas endereçadas a Doyle, questionando sobre o cotidiano e os afazeres do detetive e seu parceiro Watson.

Já a partir dos 5:07min Doyle trata dos assuntos psíquicos, que foram sua prioridade de pesquisa por mais de 40 anos, que culminaram na publicação da obra A História do Espiritismo. De forma humilde, ele se classifica apenas como um “gramofone” de divulgação do conhecimento espírita e espiritualista, a que se dedicou como seu propósito mais elevado.

UMA BREVE BIOGRAFIA DE SIR ARTHUR CONAN DOYLE

Nasceu 1859 – Faleceu em 7 de Julho de 1930, aos 71 anos – Parada cardíaca;

Era atleta amador: jogador de futebol, criquete, natação, box, equitação, etc;

Escreveu 60 livros, 10 dos quais relacionados à realidade espiritual, 12 de Sherlock Holmes;

Membro da The London Spiritualist Aliiance – The College of Psychic Science (1955) e The College of Psychic Studies (1970);

Depois de sua morte, teria aparecido em espírito em reunião privada na casa de Mrs Osborne Leonard, em 1937, a única que a família confirmou com autêntica.

ACONTECIMENTOS NOTÁVEIS

Em 1876, envolveu-se no caso George Edalji, advogado de origem indiana, alvo de preconceito racial, que foi acusado injustamente de ter sacrificado, de forma brutal, vários animais numa provinciana região inglesa. Ele escreveu da prisão para o detetive Sherlock Holmes e teve caso elucidado pelo próprio Sir Arthur, que levantou todos os erros feitos durante o julgamento. Logo em seguida, utilizando seu nome e sua conceituada visibilidade em jornais para causar um polêmica de repercussão nacional. Essa história é contada no romance Arthur & George, de Julian Barnes.

Em 1909, Oscar Slater, um judeu alemão, foi setenciado a morte pelo assassinato de Marion Gilchrist. Doyle investigou o caso, descobriu novas evidências, ouviu testemunhas ignoradas pelo promotor público e publicou um livro com um apelo ao perdão. O caso ficou conhecido como um dos mais escandalosos erros da justiça escocesa.

HISTÓRIA DO ESPIRITUALISMO

Considerado o “São Paulo do Espiritualismo”, Conan Doyle deixou a tradição católica jurando que nunca mais acreditaria em nada que não pudesse ser provado. Era materialista, mas acreditava em uma força inteligente por trás do universo, embora não na sobrevivência da alma após a morte. Fez muitas brincadeiras com os crédulos, com os que acreditavam em “fantasmas”, na vida após a morte, e inclusive, por meio de Sherlock Holmes, chegou a recomendar um polêmico livro que achincalhava a crença na realidade espiritual. Sentia, contudo, um vazio interior.

Em 1880 Conan Doyle começou a participar de palestras sobre espiritualismo e, reuniões mediúnicas, assunto sobre o qual escreveu um artigo para a revista espiritualista The Light contando sobre uma reunião mediúnica onde um médium o aconselhou – ‘Não leia o livro de Leigh Hunt’. Ninguém mais sabia que ele estava debatendo consigo mesmo se deveria ou não ler o Comic Dramatists of the Restoration, do autor citado pela entidade. Considerou, na época, evidência de telepatia e continuou estudando o fenômeno.

Só em 1887 ele declarou-se convertido ao Espiritualismo, em cartas escritas ao editor da revista Light, depois de ler e ponderar sobre livros de John W. Edmonds, Camille Flammarion, Alfred Russel Wallace e Alfred Drayson. Querendo atestar o que esses escritores que tanto respeitava haviam visto, ele organizou sessões de mesas girantes e mediunidade. No entanto, apenas em 1916 ele começou a divulgar o Espiritualismo, por causa da guerra. O primeiro livro sobre o assunto, The New Revelation, foi publicado em 1918.

Não era médium, mas teve várias experiências que o convenceram. Disse que apenas lunáticos não acreditariam tendo a evidência que ele teve. Ouviu “a voz inconfundível do filho”, viu a mãe e o sobrinho “tão nítidos como sempre os vi em vida!”

No polêmico livro “A Chegada das Fadas” (1921) reproduziu teorias sobre a natureza e a existência de fadas e espíritos.

Em 1924 traduziu o livro de Leon Denis – Jeanne D’Arc Medium (Paris: Librairie des Sciences Psychiques, 1910).

Em 1926, publicou The History of Spiritualism, onde apresenta o Espiritualismo em perspectiva histórica. Esse livro foi traduzido no Brasil como “A História do Espiritismo”, embora trace o histórico do movimento espiritualista como um todo.

Em 1928 demitiu-se da London Spiritualist Alliance, da qual tinha sido presidente, e no princípio de 1930 saíu da Society for Psychic Research. Para os detratores do Espiritualismo, essa demissão, pouco antes de sua morte, significaria que Doyle teria renegado a filosofia. No entanto, a saída dele deve-se ao fato de que Conan Doyle achava que ambas as sociedades estavam a ser demasiadamente rigorosas nos seus critérios, engessando o Espiritualismo e impedindo o seu avanço.

Prova do contrário é que ainda na semana anterior à sua morte, Doyle integrou uma delegação que foi requerer ao Home Office, ministério do interior britânico, a revogação do Witchcraft Act – ou Ato da Bruxaria – lei de 1733 que originalmente visava reprimir a feitiçaria e a vagabundagem, mas que nas últimas décadas do séc XIX e nas primeiras do séc XX foi usada pelas autoridades britânicas para condenar um grande número de médiums.

Como Allan Kardec, Conan Doyle acreditava que o Espiritualismo era ciência, filosofia e religião – tinha um respeito profundo por Jesus, que considerou o homem e o médium mais perfeito a descer na terra. “Não há nada que exija mais dedução do que a religião… ela pode ser construída como ciência exata por aquele que usar a razão”.

OBITUÁRIO

O obituário de Conan Doyle, publicado na Time Magazine na segunda-feira, 31 de março de 1930, mostra o uso das palavras Spiritist’ e ‘Spiritism’ para descrever suas crenças, em vez de ‘Spiritualist’ e ‘Spiritualism’. Não sabemos se isso se deve ao fato de Conan Doyle ter usado mais o termo em palestras proferidas nos últimos anos de sua vida ou em entrevistas, mas conversas entre ele e a irmã, registradas no livro Arthur & George, de Julian Barnes, mostram que ele usava as palavras ‘Spiritist’ e ‘Spiritism’, assim como ‘Spiritualist’ e ‘Spiritualism’. A tradução a seguir é nossa para os trechos relevantes, destacados na apresentação:

Sir Arthur Conan Doyle, criador de Sherlock Holmes e espírita notável, morreu hoje em sua casa, Windlesham, em Crowborough, Sussex. Ele tinha 71 anos. (…)
Ao seu lado quando faleceu estava Lady Doyle, seus dois filhos e filha. A doença de Sir Arthur era atribuída ao trabalho na Escandinávia em outubro passado, quando deu uma série de palestras sobre o espiritismo.(…)
Não havia nenhuma dúvida na mente de Sir Arthur sobre a existência dos espíritos. Uma de suas provas da existência dos espíritos era uma enorme fotografia de si mesmo que mostrava o rosto de seu filho morto olhando por cima do ombro. Ele mostrou essa imagem para o correspondente e disse, simplesmente:
“Eu mesmo controlei a placa da foto. Ninguém mais a tocou. Como as pessoas podem duvidar quando se tem uma prova como essa?”
Pouco tempo atrás, Sir Arthur disse:
“Comprometo a minha honra na veracidade do espiritismo, e eu sei que o espiritismo é infinitamente mais importante do que a literatura, arte, política, ou em qualquer fato no mundo.”
(…) Mas de todos os seus vários trabalhos, Sir Arthur considerou sua devoção ao espiritismo, que ocupou a maior parte do seu tempo após a guerra, como o esforço mais importante de sua vida. (…)
Seu filho, da primeira esposa,  foi morto na  Primeira Guerra Mundial, e foi essa tragédia a grande responsável para o interesse quase exclusivo de Sir Arthur no espiritismo, durante seus últimos anos. (…)
Nos últimos anos, ele dedicou praticamente todo seu tempo à propagação do espiritismo, e foi reconhecido como um dos grandes líderes da crença do mundo. Por causa de sua associação com esta cruzada que ele próprio caracterizou como um impopular, ele gradualmente perdeu alguns de seus velhos amigos do tempo da literatura, que não viam nenhuma força no espiritismo e tendiam a vê-lo como um excêntrico. (…)
Ele até abriu uma “livraria psíquica” e um museu espírita em Victoria Street, à sombra da Abadia de Westminster. Lá ele criou um centro para a literatura espírita e distribuía em boa parte do mundo.”

REFERÊNCIAS

Blog da Sociedade Espírita Sir Arthur Conan Doyle (Londres, 2007)

NeuroVox

nvx

Olá mochileiros!  Hoje vou falar um pouco do Professor Pedro Calabrez, sócio-diretor da NeuroVox, empresa de consultoria e pesquisa especializada em comportamento humano, fundada em 2010.

Em sua carreira acadêmica, Pedro atua como pesquisador do Laboratório de Neurociências Clínicas (LiNC) da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. Professor convidado da FIA-USP, FGV e UNIFESP, foi criador dos primeiros cursos de neurociências aplicadas aos negócios do Brasil. É responsável pela criação e desenho das disciplinas de Neurociências Aplicadas do Centro Universitário Belas Artes, Instituto Europeu de Design e ESPM-SP (graduação e pós-graduação). Construiu sua carreira em ciências cognitivas aplicadas ao comportamento humano, prestando serviços de inteligência comportamental para instituições governamentais e algumas das maiores empresas do Brasil e do mundo. Trabalhou nos departamentos de marketing da Unilever e Whirlpool.

Com oratória refinada e conteúdos que aguçam a curiosidade e o intelecto do ser humano, Pedro se tornou mais conhecido na internet através dos vídeos da Casa do Saber, já apresentada aqui neste blog. Neste canal ele possui 2 entre os 3 vídeos mais visualizados, os quais apresento a seguir:

Nesta instituição, Pedro ministra diversos cursos nas seguintes áreas do conhecimento: neurociência, psicologia aplicada e comportamento. Você pode conhecer a lista completa dos cursos online e presenciais neste link.

Em 2011, foi criado um canal do youtube da Neurovox, que passou a publicar vídeos frequentes desde agosto de 2016. Como o assunto requere, os vídeos se estendem entre 5 e 25 minutos. E vale a pena cada minuto de sua atenção integral aos temas abordados.

Finalizo este breve artigo com a indicação de meus 3 vídeos favoritos no canal, assegurando que cada vídeo, sem dúvida, agrega demais ao nosso conhecimento sobre o cérebro e nosso comportamento, de forma aplicada e didática, auxiliando em nossas reflexões e ações cotidianas.

Dica extra de foco e produtividade:

Recebi do Seiiti e da Equipe Arata Academy a indicação deste gerador de sons ambientes (inclusive já o utilizei para elaboração deste texto). É muito agradável, natural e possui diversas opções para você personalizar com os sons que mais se adequam ao seu modo de concentração (chuva, vento, marés, pássaros, etc).

O link acima é especialmente útil se você está tentando se concentrar em algum projeto ou texto de seu blog, em um ambiente com muitas pessoas ao seu redor fazendo barulho, assistindo televisão e vai ajudar a não se distrair com interrupções externas. Basta colocar seus fones de ouvido, ajustando que tipo de sons você gosta mais e então ajustar o volume. Isso eliminará os ruídos externos.

Obviamente, se você tiver a opção de estar em um ambiente calmo e junto à natureza, e escrever manualmente seus textos, ainda é a melhor dica.

Boas reflexões a todos e até a próxima!

Especialista da Mente

marcelomaia

“Antes de querer mudar o mundo, mude a si mesmo, um hábito de cada vez.” Mahatma Gandhi

Hoje eu vou falar um pouco pra vocês de outro desses pensadores contemporâneos que nos trazem, além de conhecimento, novas perspectivas de enxergar o universo, através de suas formas de comunicação, seus projetos, ações e princípios.

Marcelo Maia é um agente de transformação. Especialista em programação neuro linguística e hipnose conversacional, sendo o autor do best seller “Hackeando Mentes” e o treinamentos de persuasão e hipnose, sendo o mais conhecido denominado “Softwares Mentais”.

ascxx

O livro, lançado em 2015, se debruça sobre os mais variados aspectos da mente, programação neurolinguística, ferramentas hipnóticas para melhorias de performance e produtividade. Discorre sobre cada região cerebral (reptiliana, límbica e neo-córtex), a fim de exemplificar as funções de cada um e a importância dos usos dos modos focado e difuso do cérebro.

Em resumo, o autor visa apresentar a chave para que o leitor alcance os melhores resultados possíveis em suas atividades, tornando-se as melhores versões de si mesmos.

Em 2016, Marcelo Maia lançou o aplicativo de treinamento cerebral Cérebro.fit, para dispositivos Android. O aplicativo possui classificação 4,2, equiparada a outros apps conhecidos como o Peak e o Lumosity (os quais também recomendo).

Fica aqui então, mais esta dica, siga o canal HacksMentais além de conhecer outros projetos do Marcelo Maia.

PENSE FORA DA CAIXA E ABRA SUA MENTE 🙂

Casa do Saber

casadosaber

Um grupo de amigos, debates sobre filosofia… regados por alguns cálices de vinho. Foi assim que surgiu a Casa do Saber em São Paulo no ano de 2004. Nas palavras de Mario Vitor Santos, diretor executivo da Casa do Saber, o intuito inicial era aliar o saber ao prazer.

Os interessados nos estudos foram aumentando e surgiu a ideia: Porque não criar uma instituição?

Unidos até hoje, eles compõem o conselho diretor da Casa do Saber: o empresário Jair Ribeiro, a atriz Maria Fernanda Cândido, o advogado Pierre Moreau, a empresária Ana Maria Diniz, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila, o publicitário Celso Loducca, o educador Gabriel Chalita e o jornalista Mario Vitor Santos.

 

Reunião da Casa do Saber

 

A instituição tem como princípios e convicções, respectivamente:

1 –Por um saber sem dogmas: O saber é um meio de aprimorar o ser humano: pressupõe o debate, o embate democrático e a diversidade de ideias.

2 – Pela preservação e usufruto da cultura: É uma necessidade do ser humano, em busca do crescimento, absorver, traduzir e entender a riqueza cultural existente.

3 – Pela criação de um centro de troca: A Casa do Saber é um lugar privilegiado de troca de conhecimento. Aqui se resgata e se estimula o debate entre as diferentes áreas do saber. Aqui se acredita que o saber se transmite de forma mais eficiente por meio do intercâmbio e do diálogo.

4 – Por uma linguagem clara, acessível e rigorosa: A linguagem e a metodologia devem ser claras, eficazes e facilitadoras de acesso e da apreensão do conhecimento. A linguagem deve estimular a conversa, a curiosidade e o prazer da reflexão.

5 –Por um contato enriquecedor: A Casa do Saber é também um centro do prazer de pensar, de se expressar e de aprender.

Ademais, o principal pilar da instituição é a disseminação da cultura, através de debates e propagação do conhecimento, de forma clara e envolvente.

Além dos cursos online, presenciais e oficinas, a instituição possui um canal no youtube com mais de 200 mil inscritos onde, em vídeos de curta duração, os pensadores tem espaço para endossar suas ideias e questionar suas certezas, sobre os mais variados segmentos do conhecimento: ciência, cinema, artes, filosofia, história, religião, psicologia.

Compartilho abaixo um de meus vídeos favoritos, no campo da neurociência, deixando o convite a todos os mochileiros pensadores para que conheçam este excelente projeto, que nos convidam à reflexão e ao progresso, intelectual e moral.

www.casadosaber.com.br

Veritasium – Um elemento de Verdade

Veritasium is a channel of science and engineering videos featuring experiments, expert interviews, cool demos, and discussions with the public about everything science.

unnamed

Pense em um cientista brilhante. Logo virão a sua mente nomes como Albert Einstein, Isaac Newton, Nikola Tesla, entre outros.

Mas e na atualidade? Com tantas metodologias, padrões, fórmulas prontas, parece que não há mais o que explorar… ledo engano. Tratando-se de ciências não há fronteiras para o conhecimento. Ainda há muitos estudantes que passam sua vida acadêmica criticando e sofrendo no aprendizado de disciplinas tais como: matemática, física, química.

Neste contexto, um físico chamado Derek Muller criou um projeto chamado Veritasium. O nome “Veritasium” é uma combinação da palavra latina para verdade, Veritas , e o sufixo comum a muitos elementos químicos, -ium . Daí surgiu o neologismo “Veritasium”, um elemento de verdade.

O canal já possui quase 4 milhões de seguidores e já foi premiado em diversas conferências e festivais científicos, como o Science Online (2012) e a Revista Scientific American.

Com o objetivo de tornar a ciência mais acessível e didática, Muller dedica seu tempo na criação de vídeos de diversos temas, entre eles entrevistas com especialistas, como o Prêmio Nobel de Física 2011 Brian Schmidt, experimentos científicos, canções que auxiliam na assimilação do conteúdo – e uma marca do canal – entrevistas com o público para descobrir conceitos errôneos sobre a ciência.

Recentemente, o físico criou um kit de modelagem molecular (Snatoms), que torna o aprendizado da química mais intuitivo.

Enfim, essa é minha segunda dica de produtividade, que recomendo enfaticamente a todos meus leitores. Quase todos os vídeos possui legenda em português. Deixo abaixo um de meus vídeos favoritos do canal. Siga Veritasium!

Arata Academy

about-sa-fr-p-396x310

Minha primeira dica neste segmento vem recheada de oportunidades para você que é blogueiro e quer melhorar seu conteúdo, para você que deseja evoluir em sua carreira, ou até mesmo respirar novos ares, seja no âmbito acadêmico ou profissional.

A Arata Academy é uma instituição de coaching e mentoring, conduzida pelo seu fundador, Seiiti Arata, considerado como um dos empreendedores de excelência no segmento educacional. Seu slogan é “Você melhorando sempre”, e de fato, o conteúdo apresentado é rico em dicas de melhoria do comportamento humano, métodos para potencialização de foco e produtividade, entre outros assuntos relevantes e benéficos para o nosso crescimento pessoal.

Um dos cursos mais conhecidos é o Produtividade Ninja, mas existe uma gama abrangente de cursos oferecidos pela empresa, para acessá-los é só clicar no link sobre a figura no topo deste texto. Cadastrando seu email, você passa a receber conteúdos gratuitos e convites para a participação nos cursos específicos.

Você pode conhecer um pouco mais dos objetivos e conteúdo da Equipe Arata Academy através de seu canal do youtube. Apresentarei a seguir uma lista de alguns vídeos que considero essenciais para que você conheça melhor desta proposta, que com certeza existe para agregar valores na vida de todos nós, e por isso merece ser divulgado:

1 – Descobrir a vocação para a carreira

2 – Como aumentar sua atenção e foco

3 – Kaizen: melhoria contínua

4 – Relacionamentos sem drama

5 – O que é importante?

6 – Desculpe, mas a sua ideologia está atrapalhando

Para os leitores de outros países que desejem acompanhar o canal, o mesmo também se encontra disponível nos idiomas inglês e espanhol.

Um abraço e bom estudo a todos, em breve apresentarei mais dicas aos mochileiros de plantão, sempre curiosos por novos conteúdos que realmente contribuem ao nosso ser.

Produtividade

neurons-network-circuit-communication

O mundo está cada vez mais globalizado. O advento da internet, a evolução exponencial da tecnologia, o boom das redes sociais e das mídias em geral foram algumas das causas deste enredo.

Em resultado, sofremos um overload (sobrecarregamento) de informações, por termos a liberdade de procurarmos o conteúdo que quisermos nos buscadores, ou ainda, pelas propagandas indesejáveis, conteúdos complementares ou fora de contexto, que sobrecarregam ainda mais nossos cérebros, podendo causar prejuízos à nossa saúde, como por exemplo a síndrome do pensamento acelerado.

Para nosso bem estar físico e mental, precisamos nos direcionar e organizar, não só na busca focada por conteúdos mais relevantes, na filtragem de conteúdos abusivos que confundem e nos prejudicam, além de nos educarmos a dosar melhor nosso tempo diante dos aparelhos eletrônicos.

Meu objetivo com este segmento Produtividade do blog, que inauguro hoje, é orientar o leitor com dicas de estudo, tecnologia, saúde, espiritualidade, lazer e afins, que tenho a convicção de que serão direcionadores positivos na vida de cada um. Centralizarei nestas dicas sempre um site, blog, aplicativo ou canal do youtube que acompanho e que penso serem formadores educacionais e de desenvolvimento pessoal, além de suas práticas relacionadas e exercícios específicos.

Espero por fim, trazer conteúdo edificante para melhorias do nosso intelecto e respectivamente, contribuir para todos aspectos que nos moldam como seres humanos, visando sermos mais produtivos, completos e felizes com nossas ações e construções.

Um abraço e até breve!