Conto de um Futuro Ideal

Agradecimentos

Aos prezados leitores, que certamente nos acompanharão nesta viagem prazerosa e talvez, com alguns percalços.

Ao estimado Kalki, pela infinita sabedoria e informações valiosas do futuro da humanidade.

Ao pesquisador sempre bem humorado Ford Prefect, pelas dicas de como nos comportarmos em uma viagem intergaláctica, e absolutamente NUNCA deixar-nos esquecer a bagagem, incluída a essencial toalha.

O Autor

ShorelineoftheUniverse

 

PRÓLOGO

 

Estamos no primeiro ciclo da união intergaláctica. Como vislumbrado por Asimov, a humanidade já povoa dezenas de milhares de planetas, vivendo em trânsito intenso da Via Láctea à Andrômeda, e na vizinhança cósmica.

Para que você entenda de forma precisa o desenrolar desta história, caro leitor, farei uso deste prólogo para uma síntese esclarecedora. Cada ciclo possuirá por volta de 250.000 anos (na forma como se considera o tempo na Terra). A propósito, estamos no fim do ano 47.143 do Ciclo I, no milênio que usualmente tratamos como 47KC1.

Iniciamos a contagem destes ciclos quando a Terra deixou de ser uma civilização baseada em combustíveis fósseis e passou a desbravar os confins da galáxia, em busca de energia solar, hidrogênio e diversas ligas metálicas, que tem crescido exponencialmente.

Fomos obrigados a investir substancialmente em tecnologia para viagens espaciais mais longas, em especial os motores FTL (faster than light), de  fusão de hidrogênio, mais popularmente conhecido como motor de dobra espacial e que nos propiciaram as viagens na velocidade da luz, ou bem próximo disso.

A busca desenfreada por cada vez volumes maiores de energia solar desencadearam a necessidade estratégica da construção de diversas Estações Feynman próximas a diversas estrelas. Falarei delas com calma mais adiante.

Adianto que são similares às Esferas de Dyson em sua estrutura, e simples em seu funcionamento.

m_c_escher_selected_concentric-rinds
Esfera de Dyson (1959) – Art Extreme Tech

Além de nos permitirem captar instantaneamente milhões de toneladas de hidrogênio diariamente, no que transformamos em combustíveis, eletricidade, diretamente das fontes solares, podem ser consideradas como o advento revolucionário de nossa geração.

Você deve estar se perguntando como estas diversas civilizações estão se comportando nesta nova realidade, além do âmbito científico, nos aspectos político, social, econômico, ambiental… tendo em vista a realidade da Terra em um ponto longínquo de sua história. Ainda existem guerras, violência e corrupção, mas em escala tão ínfima que é abafada pelas leis que vigoram (de fato) em nossa união intergaláctica.

Parece mesmo é que as lendárias resoluções de Nikola Tesla em Sonho Lúcido¹ tiveram eficácia e transformaram as perspectivas de nossa sociedade.

Eu sou Kalki e lhe acompanharei nesta jornada, como narrador e conselheiro. Seja bem vindo ao… Conto de um Futuro Ideal, aperte seus cintos.

 

SUMÁRIO

 

Este conto será dividido em 10 capítulos, respectivamente:

 

  1. Intro (Caos)
  2. Memória Metálica?
  3. Estações Feynman
  4. Dominando a Gravidade
  5. Corrida pelo Hidrogênio
  6. Grande Prêmio de Canis Majoris
  7. Seres Elétricos
  8. Guerra Fotovoltaica
  9. Buracos Negros Explicados
  10. Vizinhos à Espreita

 

¹Conto anterior produzido por este blog e que guardará alguma relação com a história atual. Se você perdeu esta história, acesse aqui as partes 1, 2 e 3.

 

 

6 comentários sobre “Conto de um Futuro Ideal

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s